terça-feira, 20 de novembro de 2012

Novo acordo ortográfico: Bom relembrar as mudanças!


Bandeiras lusófonas

Nova Ortografia

A nova ortografia é a unificação da língua portuguesa em todos os países que  a utilizam. As escolas deverão passar aos seus alunos as novas regras até o dia 31 de dezembro de 2012, pois estarão sendo exigidas definitivamente a partir deste ano.
 
Regras Ortográficas
  
Regra de Acentuação:
- Hiatos terminados em "oo" e "ee" não são mais acentuados.
Exemplo: leem e voo.
- Ditongos abertos em paroxítonas não são mais acentuados.
Exemplo: ideia e jiboia.
- Ditongos com "u" e "i" tônicos não são mais acentuados.
Exemplo: feiura. 
- O acento continua em ditongos abertos em monossílabas, oxítonas e terminados em "eu".
Exemplo: chapéu. 
- O acento em palavras homógrafas foram eliminados, com exceção no verbo "poder" (no passado) 
e "por".
Exemplo: pelo, para, pôde.
-Não acentua-se mais o "u" em formas verbais rozotônicas precedido de "g" ou "q" antes de "e" ou "i".
Exemplo:apaziguar e averiguar.

Alfabeto de língua portuguesa
A língua portuguesa passa a reconhecer i "K", "W" e o "Y" como letras do nosso alfabeto, aumentando assim o número para 26 letras. Esta regra servirá para regularizar o usa dessas letras no nosso idioma.
Exemplo: Km e watt.

Regra do Trema
O trema foi abolido da língua portuguesa, só será usado agora em casos específicos como em nomes.
Exemplo: tranquilo e cinquenta.

Regra do Hífen
- Não utiliza -se mais hífen em palavras compostas cujos prefixos terminam em vogal seguida de palavras iniciadas com "r" ou "s". A mesma regra serve para os prefixos que terminam em vogal e palvras que começam com vogal.
Exemplo: contrassenha e autoretrato.
 - Mantém-se o hífen para prefixos terminados em "r" em que a outra palavra também comece com "r".
Exemplo: super-racional.
- Utiliza-se hífen quando a palavra começa com a mesma vogal que o  prefixo termin, com exceção do prefixo "co".
Exemplo: Anti-inflamatório.
- O hífen mantém-se em palavras que não possuem ligação em comum. A mesma regra aplica-se para prefixos "vice", "ex", "pré", "pró" e "pós".
Exemplo: beija-flor.
- Não utiliza-se mais hífen em palavras compostas por substantivoc, adjetivos, verbos, pronomes, etc.
Exemplo: sala de jantar.

Regra das Grafias Duplas
Para palavras em que a fonética é ambígua, como é o caso de Roraima, pode-se usar acentos da melhor forma que lhe convém.
Exemplo: Rorâima e/ou Roráima.

Regra das Consoantes Mudas
Todas consoantes que não são pronunciadas, tais como excto e óptimo, não serão mais usadas.
Exemplo: óptimo e objectivo.

Palavras Homônimas
Não existirá mais acento diferencial em palavras homônimas (grafia igual, som e sentido diferentes).
Exemplo: Pára/para, péla/pela, pêra/pera, pólo/polo.

Obs: O acento diferencial ainda permanece no verbo poder (pôde, quando usado no passado) e no verbo pôr (para diferenciar da preposição por). É facultativo o uso do acento circunflexo para diferenciar as palavras forma/fôrma. Em alguns casos, o uso do acento deixa a frase mais clara.
Exemplo: Qual é a forma de fôrma do bolo?
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar... este blog é nosso. Participe!