domingo, 27 de novembro de 2011

Erros frequentes_Língua Portuguesa



A PERSONAGEM ou O PERSONAGEM?

Antigamente, era "a personagem", substantivo feminino, seja referindo-se a homem, seja referindo-se a mulher: "A personagem Papai Noel povoa o imaginário das crianças"; "A atriz está interpretando bem a personagem Anita Garibaldi".

Hoje, de acordo com os dicionários, é nome de dois gêneros, ou seja, concorda com o sexo da pessoa a que se refere: "O personagem Papai Noel povoa o imaginário das crianças"; "A atriz está interpretando bem a personagem Anita Garibaldi".

Palavra do dia: afânise

afânise
(grego aphánisis, -eós, acção de se livrar de, destruição, desaparecimento)
s. f.
[Psicanálise]Desaparecimento do desejo sexual ou medo desse desaparecimento. = AFANISIA

Poetizando...

FATAL

"Os moços tão bonitos me doem,
impertinentes como limões novos.
Eu pareço uma atriz em decadência,
mas, como sei disso,
o que sou
é uma mulher com um radar poderoso.
Por isso, quando eles não me vêem
como se dissessem:
acomoda-te no teu galho,
eu penso: bonitos como potros.
 Não me servem.
Vou esperar que ganhem indecisão.
E espero.
Quando cuidam que não,
estão todos no meu bolso."

Adélia Prado

Pensamento do dia!

sábado, 26 de novembro de 2011

Poetizando...

Fanatismo
Minh’alma, de sonhar-te, anda perdida
Meus olhos andam cegos de te ver!
Não és sequer razão de meu viver,
Pois que tu és já toda a minha vida!

Não vejo nada assim enlouquecida…
Passo no mundo, meu Amor, a ler
No misterioso livro do teu ser
A mesma história tantas vezes lida!

“Tudo no mundo é frágil, tudo passa…”
Quando me dizem isto, toda a graça
Duma boca divina fala em mim!

E, olhos postos em ti, vivo de rastros:
“Ah! Podem voar mundos, morrer astros,
Que tu és como Deus: princípio e fim!…”

Florbela Espanca

Pensamento do dia!

Grande maioria: pleonasmo?

Grande maioria: pleonasmo?
A metade, juntada a mais um, constitui a maioria; a grande maioria seria muito mais que isso, portanto a expressão não pode ser considerada um pleonasmo.

Longe de ser considerada um pleonasmo, a expressão grande maioria pode ser perfeitamente utilizada

Longe de ser considerada um pleonasmo, a expressão grande maioria pode ser perfeitamente utilizada

Por Vânia Duarte
São muitas as expressões existentes na língua portuguesa que, quando proferidas, carregam características que porventura contradizem os preceitos gramaticais. Um exemplo de tal ocorrência? O pleonasmo. Existe por aí um tal de “planejar antecipadamente”, “repetir de novo”, “acabamento final”, e por aí vai. São expressões cuja presença de dois elementos acaba por interferir na qualidade do discurso, visto que um deles apenas repete a mesma ideia expressa no anterior, sendo, portanto desnecessário.

Partindo desse princípio, na concepção de muitos usuários da língua, uma corriqueira expressão, ora representada por “grande maioria”, representa um caso de pleonasmo. Mas será que tal posicionamento realmente tem fundamento? Assim, dada essa realidade, ocupemo-nos em conhecer as características que nutrem a expressão em voga, de modo a descobrirmos se sim ou se não.

Com base numa análise mais apurada que fazemos dessa expressão, momentaneamente percebemos que “maioria” nos remete a uma ideia relacionada a “maior número”, que, por sua vez, está associada a “grande”, cuja acepção também nos indica algo que se sobrepõe entre os demais. Portanto, não nos faltam características de que estamos diante de um vício de linguagem (no caso, o pleonasmo), não é?  

Contudo, cabe ressaltar que esta se trata de uma concepção errônea, partindo do pressuposto de que se a metade, juntada a mais um, constitui a maioria, a grande maioria seria muito mais que isso.
Mediante tal conclusão, o uso dessa expressão se torna perfeitamente aplicável, sem que prejuízo algum possa ser causado ao nosso belo idioma. Para observar o que estamos afirmando, constate um trecho extraído do artigo 47, presente na Constituição Federal de 1998:

Art. 47. Salvo disposição constitucional em contrário, as deliberações de cada Casa e de suas Comissões serão tomadas por maioria dos votos, presente a maioria absoluta de seus membros.

Nele constatamos a presença das expressões “maioria” e “maioria absoluta”. Assim sendo, nada de inconveniente e inadequado há ao utilizarmos expressões como “grande maioria”, “expressiva maioria”, entre outras.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

A cada 15 segundos, uma mulher é espancada. A cada nove segundos, uma mulher é ofendida na conduta sexual. Também a cada nove segundos, uma mulher é desmoralizada no trabalho doméstico ou remunerado. Mulheres negras, entre 16 e 24 anos, têm três vezes mais chances de serem estupradas que as mulheres brancas...
O senso comum diz que as desigualdades entre homens e mulheres foram superadas. Se refletirmos, contudo, facilmente constataremos que a realidade é outra. Por que ainda há mulheres sofrendo violência? Por que a maior parte dos casos ocorre dentro das casas?

A violência contra a mulher é tratada como natural e tem sido banalizada e considerada algo sem importância. O estupro, a agressão física, a tortura e a morte acontecem, em sua maior parte, no interior dos lares. A cada dez mulheres agredidas, sete foram vítimas de seus companheiros, fazendo com que em 63% dos casos o agressor seja alguém de suas relações íntimas.

25 de novembro: Dia Internacional do Combate à violência contra a mulher

Poetizando... Augusto dos Anjos

Versos Íntimos

Vês! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão - esta pantera -
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!

Augusto dos Anjos

Palavra do dia: loquaz

loquaz

adj. 2 g.
1. Verboso; muito falador.
2. Eloquente.
3. [Figurado]  Que produz grande rumor.

Pensamento do dia!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Poetizando... Adélia Prado

 MURAL
Adélia Prado

Recolhe do ninho os ovos
a mulher
nem jovem nem velha,
em estado de perfeito uso.
Não vem do sol indeciso
a claridade expandindo-se,
é dela que nasce a luz
de natureza velada,
é seu próprio gosto
em Ter uma família,
amar a aprazível rotina.
Ela não sabe que sabe,
a rotina perfeita é Dues:
as galinhas porão seus ovos,
ela porá a sua saia,
a árvores a seu tempo
dará suas flores rosadas.
A mulher não sabe que reza:
que nada mude, Senhor.

Pensamento do dia!

Palavra do dia: dolosamente


dolosamente
(doloso + -mente)
adv.
De modo doloso.


doloso |ô|
(dolo + -oso)
adj.
1. Em que há dolo.
2. Enganoso, fraudulento.
3. [Direito]  Que é feito com intenção ou vontade consciente de cometer acto ilícito ou de violar a lei (ex.: crime doloso).
Plural: dolosos |ó|.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Palavra do dia: salamurdo

salamurdo
(origem obscura)
s. m.
[Portugal: Beira, Trás-os-Montes]  Indivíduo que fala pouco. = SELAMURDO

Poetizando... Manuel Bandeira

INSCRIÇÃO

Aqui, sob esta pedra, onde o orvalho roreja,
Repousa, embalsamado em óleos vegetais,
O alvo corpo de quem, como uma ave que adeja,
Dançava, descuidosa, e hoje não dança mais...

Quem não a viu é bem provável que não veja
Outro conjunto igual de partes naturais.
Os véus tinham-lhe ciúme. Outras, tinham-lhe inveja.
E ao fitá-la os varões tinham pasmos sensuais.

A morte a surpreendeu um dia que sonhava,
Ao pôr do sol, desceu entre sombras fiéis
À terra, sobre a qual tão de leve pesava...

Eram as suas mãos mais lindas sem anéis...
Tinha os olhos azuis.... Era loura e dançava....
Seu destino foi curto e bom...

- Não a choreis.

Manuel Bandeira

Pensamento do dia!

domingo, 20 de novembro de 2011

"Distratar" ou "Destratar"?

"Distratar" ou "Destratar"?

1 - "Distratar" significa não cumprir o trato, desfazer o que havia sido combinado.
Por exemplo:
Ele distratou o que havia combinado com sua esposa.

2 - "Destratar" significa insultar, ofender, maltratar.
Por exemplo:
Ele destratou os colegas porque havia sido enganado por todos.
Não destrate os animais.

"A moral" ou "O moral"?

"A moral" ou "O moral"?

A moral é o conjunto das normas de conduta, os princípios que regem os bons costumes de uma sociedade e que são convencionados como válidos.
Por exemplo:
Respeite a moral de nossa cidade.

A moral também pode significar a conclusão ou o propósito de algum fato.
Por exemplo:
Qual foi a moral da piada que ele contou?

O moral diz respeito ao ânimo, à disposição e ao estado de espírito das pessoas.
 Por exemplo:
O moral da classe estava baixo depois da prova de geografia.
O técnico melhorou o moral do time.

palavra do dia: indelével

indelével
adj.
Que não se pode apagar ou desaparecer.

Poetizando... Gregório de Matos

Segunda Impaciência Do Poeta


            Cresce o desejo, falta o sofrimento,

            Sofrendo morro, morro desejando,

            Por uma, e outra parte estou penando

            Sem poder dar alívio a meu tormento.


            Se quero declarar meu pensamento,

            Está-me um gesto grave acobardando,

            E tenho por melhor morrer calando,

           Que fiar-me de um néscio atrevimento.


            Quem pretende alcançar, espera, e cala,

            Porque quem temerário se abalança,

            Muitas vezes o amor o desiguala.


            Pois se aquele, que espera se alcança,

            Quero ter por melhor morrer sem fala,

            Que falando, perder toda esperança.

         Gregório de Matos

Pensamento do dia!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

palavra do dia: EGO

ego |é|
(latim ego, eu)
s. m.
1. [Psicologia]  Na teoria freudiana, a personalidade psíquica do indivíduo, de que este está consciente e que exerce a função de controlo sobre o seu comportamento.
2. Núcleo da personalidade do indivíduo.
3. Conceito que o indivíduo tem de si mesmo.
4. Consideração ou apreço exagerado que alguém tem por si mesmo. = EGOTISMO

Poetizando... by Mário Quintana

OS DEGRAUS

Não desças os degraus do sonho
Para não despertar os monstros.
Não subas aos sótãos - onde
Os deuses, por trás das suas máscaras,
Ocultam o próprio enigma.
Não desças, não subas, fica.
O mistério está é na tua vida!
E é um sonho louco este nosso mundo...

Mário Quintana

Pensamento do dia!

Quem luta com monstros deve velar por que, ao fazê-lo, não se transforme também em monstro. E se tu olhares, durante muito tempo, para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti.
Friedrich Nietzsche

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

"Para" ou "Pra"?

"Para" ou "Pra"?

"Pra", "pro", "pras" e "pros" são contrações de "para a", "para o", "para as" e "para os".
Ao escrever, devemos optar pela forma "para", exceto em textos especiais (letra de música, poemas, frase de publicidade, cartas pessoais, e-mails), onde podemos usar o “pra” se quisermos.
Na fala, aceita-se o uso da forma "pra".

Exemplos:
Viajei para o Japão ano passado. (texto formal, escrito)
Fui pra casa da minha tia ontem. (texto informal, fala)

"Mal" ou "Mau"?

 "Mal" ou "Mau"?

1 - "Mal" pode ser um substantivo ou um advérbio. Como substantivo, quer dizer "aquilo que é nocivo, prejudicial" ou então "doença", "epidemia".
Observe os exemplos:
Sofre desse mal desde os oito anos de idade.
Não há motivos para praticarmos o mal.
Ele fez mal ao menino.

Como advérbio, mal pode ter o sentido de "de modo irregular", "de modo errado", "pouco", "escassamente".
Por exemplo:
Chegou em casa e mal olhou para a esposa.
Aquela criança era muito mal-educada.
O aluno lê e escreve muito mal.

"Mal" é, em quase todos os casos, antônimo de bem: praticar o mal / praticar o bem
as coisas vão mal / as coisas vão bem
escreve mal / escreve bem
mal-educada / bem-educada
mal-organizado / bem-organizado
mal planejado / bem planejado
mal-interpretado / bem-interpretado

2 - "Mau" é um adjetivo, antônimo de bom. Pode, como todo adjetivo, ser substantivado (nesse caso, aparece acompanhado por um artigo):
Disseram que ele era mau-caráter.
Os maus exemplos não devem ser seguidos.
Seu amigo não é um mau indivíduo.          

"Mas" ou "Mais"?

"Mas" ou "Mais"?

1 - "Mas" é uma conjunção adversativa e equivale a "porém", "contudo", "entretanto", "no entanto".
Por exemplo: Fez muita força para abrir a porta, mas não conseguiu.

2 - “Mais" pode atuar como pronome ou advérbio de intensidade, opondo-se geralmente a "menos".
Por exemplo: Ela fez mais trabalhos durante o ano.
                     A Alemanha é um dos países mais ricos do mundo.    

"Gravidezes" existe?

"Gravidezes" existe?
 
Sim.
As palavras terminadas em “z” têm forma plural com o acréscimo de “es”. Exemplos: felizes, capazes, rapazes, avestruzes, gizes, gravidezes.

Poetizando... Clarice Lispector

MUDE

Mude,
mas comece devagar,
porque a direção é mais importante
que a velocidade.

Sente-se em outra cadeira,
no outro lugar da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.

Quando sair,
Procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho,
ande por outras ruas,
calmamente...

Clarice Lispector

Palavra do dia: ovacionar

ovacionar
(latim ovatio, -onis, ovação + -ar)
v. tr.
Receber com ovações. = ACLAMAR, APLAUDIR ≠ APUPAR,  DESAPROVAR

Pensamento do dia!

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Poetizando... by Florbela Espanca

Sem palavras

Brancas, suaves mãos de irmã
Que são mais doces que as das rainhas,
Hão de pousar em tuas mãos, as minhas
Numa carícia transcendente e vã.

E a tua boca a divinal manhã
Que diz as frases com que me acarinhas,
Há de pousar nas dolorosas linhas
Da minha boca purpurina e sã.

Meus olhos hão de olhar teus olhos tristes;
Só eles te dirão que tu existes
Dentro de mim num riso d’alvorada!

E nunca se amará ninguém melhor;
Tu calando de mim o teu amor,
Sem que eu nunca do meu te diga nada!…

Florbela Espanca 

Pensamento do dia!

"...Dos ramos que ali caíram sei só que há mágoas e dores destinadas a não ser mais que um desfolhar de flores". 
(Fernando Pessoa)
Dia 14 de novembro é o Dia Mundial do Diabetes
 _diamundialdodiabetes
Segundo dados da Federação Internacional de Diabetes (IDF)'' em todo o mundo, pelo menos 245 milhões de pessoas têm diabetes e um alto percentual vive em países em desenvolvimento.

Em 30 anos, este número deve chegar a 380 milhões no mundo. No Brasil cerca de 10 milhões de pessoas são portadoras da doença e aparecem 500 novos casos por dia.

O tema escolhido para a campanha mundial é: “Diabetes: Educar para Prevenir”.

A Campanha quer chamar a atenção de quem está envolvido direta ou indiretamente nos cuidados com o Diabetes.

Para que a prevenção, a educação e o tratamento sejam eficientes, além do comprometimento do paciente, é necessário que a família, a comunidade e os profissionais de saúde se envolvam na causa.

domingo, 13 de novembro de 2011

Palavra do dia: diáspora

diáspora
(grego diasporá, dispersão)
s. f.
1. Dispersão de um povo, de alguns dos seus elementos, de uma comunidade.
2. Dispersão do povo judeu.

Poetizando...

Domingo Irei
Domingo irei para as hortas na pessoa dos outros,
Contente da minha anonimidade.
Domingo serei feliz — eles, eles...
Domingo...
Hoje é quinta-feira da semana que não tem domingo...
Nenhum domingo. —
Nunca domingo. —
Mas sempre haverá alguém nas hortas no domingo que vem.
Assim passa a vida,
Sutil para quem sente,
Mais ou menos para quem pensa:
Haverá sempre alguém nas hortas ao domingo,
Não no nosso domingo,
Não no meu domingo,
Não no domingo...
Mas sempre haverá outros nas hortas e ao domingo!

Álvaro de Campos, in "Poemas"
Heterónimo de Fernando Pessoa

Pensamento do dia!

sábado, 12 de novembro de 2011

 Consciência Negra
 Consciência e com ciência...

Consciência negra não é coisa só para negros, mas sim para todos, negros, brancos e de todas as cores, pois antes de tudo somos iguais.
Iguais, semelhantes, esta é a consciência que todos devemos ter.

A lei N.º 10.639, de 9 de janeiro de 2003, incluiu o dia 20 de novembro no calendário escolar, o Dia Nacional da Consciência Negra. A mesma lei também tornou obrigatório o ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira. Com isso, professores devem inserir em seus programas aulas sobre os seguintes temas: História da África e dos africanos, luta dos negros no Brasil, cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional.

Com a implementação dessa lei, o governo brasileiro espera contribuir para o resgate das contribuição dos povos negros nas áreas social, econômica e política ao longo da história do país.

A escolha dessa data não foi por acaso: em 20 de novembro de 1695, Zumbi - líder do Quilombo dos Palmares- foi morto em uma emboscada na Serra Dois Irmãos, em Pernambuco, após liderar uma resistência que culminou com o início da destruição do quilombo Palmares.

Então, comemorar o Dia Nacional da Consciência Negra nessa data é uma forma de homenagear e manter viva em nossa memória essa figura histórica. Não somente a imagem do líder, como também sua importância na luta pela libertação dos escravos, concretizada em 1888.

Fonte IBGE Teen

Palavra do dia: azinhaga

azinhaga
s. f.
Caminho da largura de um carro, quando muito, aberto entre valados ou muros altos.

Poetizando...

 A minha vida é um barco abandonado

A minha vida é um barco abandonado
Infiel, no ermo porto, ao seu destino.
Por que não ergue ferro e segue o atino
De navegar, casado com o seu fado ?
Ah! falta quem o lance ao mar, e alado
Torne seu vulto em velas; peregrino
Frescor de afastamento, no divino
Amplexo da manhã, puro e salgado.

Morto corpo da ação sem vontade
Que o viva, vulto estéril de viver,
Boiando à tona inútil da saudade.

Os limos esverdeiam tua quilha,
O vento embala-te sem te mover,
E é para além do mar a ansiada Ilha.

Fernando Pessoa

Pensamento do dia!

Que os vossos esforços desafiem as impossibilidades. Lembrai-vos de que as grandes coisas do homem foram conquistadas do que parecia impossível.
Charles Chaplin

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

DEZ MAIORES DÚVIDAS DE PORTUGUÊS- 8ª

"Em vez de" ou "Ao invés de"?

1 - "Em vez de" indica substituição, troca.
Por exemplo:
Em vez de estudar, ficou brincando com os amigos.
Em vez de ir ao cinema, fui ao teatro.

2 -"Ao invés de" indica algo inverso, contrário. Essa expressão supõe uma "oposição".
Por exemplo:
Ao invés de ligar os fios na tomada, desligou-os.
Descemos, ao invés de subir.

Poetizando... by Drummond

Cortar o tempo

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.

Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez,
com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente.

Carlos Drummond de Andrade

Pensamento do dia!

A vontade é impotente perante o que está para trás dela. Não poder destruir o tempo, nem a avidez transbordante do tempo, é a angústia mais solitária da vontade.
Friedrich Nietzsche

Palavra do dia: VEXAR

vexar |è|
v. tr.
1. Fazer passar alguém por uma vergonha.
2. Oprimir.
3. Atormentar; afligir; carregar de imposições.
v. pron.
4. Ficar envergonhado. = ENVERGONHAR-SE

Sinónimo Geral: AVEXAR

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

DEZ MAIORES DÚVIDAS DE PORTUGUÊS- 7ª

"Bemvindo" ou "bem-vindo"?

"Bem-vindo" é um adjetivo composto. Nesse caso, é sempre grafado com hífen
Os dicionários brasileiros mostram a forma com hífen quando o sentido é de saudação. 
No entanto, indicam que existe também a forma "Benvindo" (com "n" e sem hífen), que atua como nome de pessoa: "Benvindo" para homens e "Benvinda" para mulheres.

Palavra do dia:GULOSAR

gulosar
(guloso + -ar)
v. intr.
1. Comer gulodices. = LAMBUJAR
2. Comer pouco de cada prato, geralmente para poder provar muitos.

Sinónimo Geral: GULOSINAR

Poetizando...By Rubem Alves

“Contei meus anos e descobri
Que terei menos tempo para viver do que já tive até agora....
Tenho muito mais passado do que futuro...
Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de jabuticabas...
As primeiras, ele chupou displicentemente..............
Mas, percebendo que faltam poucas, rói o caroço...

Já não tenho tempo para lidar com mediocridades...
Inquieto-me com os invejosos tentando destruir quem eles admiram.
Cobiçando seus lugares, talento e sorte.....
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas
As pessoas não debatem conteúdo, apenas rótulos...
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos...
Quero a essência.... Minha alma tem pressa....
Sem muitas jabuticabas na bacia
Quero viver ao lado de gente humana...muito humana...
Que não foge de sua mortalidade.
Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade....
Rubem Alves

Pensamento do dia!

"Prefira os que dizem não resolutamente aos que dizem sim vacilantemente."
  (Ralph Waldo Emerson)

terça-feira, 8 de novembro de 2011

DEZ MAIORES DÚVIDAS DE PORTUGUÊS- 6ª

"Ao encontro de" ou "De encontro a"?

1 - "Ao encontro de" significa "ser favorável a", "aproximar-se de".
Por exemplo:
·         A opinião dos estudantes ia ao encontro das nossas.
·         Logo que a vi fui ao seu encontro para recepcioná-la.
·         Ele foi ao encontro dos amigos.

2 - "De encontro a" indica oposição, colisão:
·         Não concordo com suas atitudes. Sua maneira de agir sempre veio de encontro a minha.
·         O caminhão foi de encontro ao carro que estava parado.
·         O que ele fez foi de encontro ao que eu tinha dito.

Palavra do dia

obtuso
adj.
1. Não agudo.
2. Não penetrante.
3. Rombo.
4. [Figurado]  Pouco inteligente.
ângulo obtuso: diz-se do ângulo maior ou mais aberto que o recto,  
compreendido entre os 90º e os 180º.

Poetizando...

 Quantas vezes me demolí                                                           
Tantas reerguí-me
Tantas quantas ainda desmoronar-me-ei
Em busca de mim,à procura do que não sei
Meu frágil corpo martirizarei
Na destontada aventura
Nesta vida árdua, dura.
Quanto tempo ainda minha cavalgadura
no lombo dessa besta-burra há de durar?
                          Recostado na parede do meu desespero
                                Encaro o ponteiro incansável a girar
                                                      Sempre, sempre.
                    Até quando aturar bestialidades,caretices
                                          sem-vergonhices,
toda futilidade que por aí existe?...
                         O mundo evoluindo, e carpindo,
                       construindo
                                   seu próprio ataúde,
                        neste infindo não-estancar das horas.
                           Demovo, corro, sôfrego morro.
Inquiro-me...
                Até quando chocaremos o mesmo ovo?
Johnas Silsan